19,50

Coleção de 16 cubos musicais desenhados especialmente para trabalhar a harmonia e a melodia. No total, 4 cubos diferentes (com 4 de cada) que contêm os acordes em quatríades da escala diatônica de Dó maior. Misturando-os, agrupando-os, alinhando-os… E criando sua própria composição!

Inclui uma bolsa de papel para transportá-los.


Edição: Harmony-Games
Impressão: Pressing Impressió Digital, S.A.
Copyright: Oriol Ferré, 2014©

13 em estoque

Mais informação

Uma das particularidades dos Cubos Harmônicos é que todos têm o mesmo formato:

a) Face superior: contém a anotação de um acorde concreto da escala diatônica de Dó maior. As quatro notas do acorde (a tônica, a terceira, a quinta e a sétima) estão situadas em cada um dos quatro lados da face.
b) Faces laterais: pentagrama com a oitava correspondente a nota que se indica na face superior.
c) Face inferior: contém a anotação do acorde que aparece no pentagrama ao se dar a volta no cubo.
A coleção contém 4 cubos diferentes. À continuação, indicamos os acordes que figuram na face superior de cada cubo e seu correspondente acorde na face inferior.

A coleção contém 4 cubos diferentes. À continuação, indicamos os acordes que figuram na face superior de cada cubo e seu correspondente acorde na face inferior.

C∆ ↔ Bm7b5   (vermelho ↔ lilás)
Dm7 ↔ Am7   (laranja ↔ azul)
Em7 ↔ G7   (amarelo ↔ verde)
F∆ ↔ F∆   (verd pistache)

Os cubos foram desenhados com uns vincos que facilitam sua montagem. Se entregam embrulhados em uma bolsa de plástico e acompanhados de breves instruções.

Como se utilizam

Se colocamos vários cubos ao lado de outros (com a tônica no mesmo sentido), veremos que o pentagrama que se origina enfrente contém una pequena composição musical com o acorde que se tenha escolhido.

Exemplo: escolhemos os quatro acordes da canção “No woman no cry”.

C    G    Am    F

Se alinhamos os cubos corretamente, no pentagrama da frente teriam que aparecer as oitavas com tal acorde (ou seja, o baixo da canção). Depois, podemos colocar alguns cubos idênticos na mesma ordem, mas dispostos de modo que na parte da frente não apareça necessariamente a tônica. No pentagrama desta segunda composição poderiam ser escolhidas as seguintes notas:

G    G    Am    Am

Os dois grupos de 4 cubos podem se acomodar de formas distintas: por separado, um do lado do outro, ou incluso, um em cima do outro. No caso concreto da canção “No woman no cry”, como não existem combinações repetidas, poderíamos ter até quatro vozes distintas (incluindo o baixo).

Exercicios

Os Cubos Harmônicos de Harmony-Games têm muitas possibilidades:

a) Podemos ler as composições estabelecendo diferentes ritmos (ou ostinato rítmico).
b) Podemos estabelecer uns movimentos determinados para cada tempo e, em vez de cantar a nota em questão, cantar a sequência de notas da combinação que tenhamos estabelecido. Exemplo: 1-3-5-1 de cada acorde.
c) Podemos adicionar uma segunda, terceira ou quarta voz (usando cubos da mesma cor); para tanto, haverá que colocá-los de maneira que tenham coerência harmônica com o baixo. Neste caso, se pode dividir a classe em diferentes grupos e que cada um interprete una voz diferente: cantando, em cânone, com instrumentos…

Os Cubos Harmônicos de Harmony-Games: Muito ritmo a base de cubos!

No Comments Yet

10 + 15 =